Número ainda está aquém do alvo de 5 milhões estabelecido pelo dono do jornal, Patrick Soon-Shiong
O jornal norte-americano Los Angeles Times lançou, na última 2ª feira (10.jul.2023), o De Los, marca voltada ao público latino-americano da geração Z (nascidos de 1995 a 2009). O objetivo é aumentar a presença digital do jornal, que chegou a 550 mil assinaturas digitais em 2023 –número ainda distante dos 1 milhão de assinantes esperados pelos executivos da empresa para 2022.
O LA Times tem apenas uma fração do número de assinantes de outros grandes jornais norte-americanos e quer mudar isso. Para efeitos de comparação: New York Times tem 6,5 milhões de assinantes digitais. Wall Street Journal e Washington Post têm cerca de 3 milhões cada um.
Quando o médico bilionário Patrick Soon-Shiong comprou o LA Times em 2018 por US$ 500 milhões, estabeleceu uma meta: chegar a 5 milhões de assinantes (ele não definiu um prazo), sob a justificativa de que com esse número seria possível manter o negócio viável por “outros 100 anos” –o jornal foi fundado em 1881.
Kevin Merida, editor executivo do LA Times, afirmou ao Axios na 3ª feira (11.jul) que, além do público latino, o De Los também pretende atrair millenials (nascidos de 1984 a 1995) que falam inglês nos Estados Unidos. A ideia, segundo ele, é dar independência e autenticidade à nova plataforma. “Certamente será uma plataforma e marca voltada para a comunidade”, disse Merida ao Axios.
Merida revelou que quase uma dúzia de jornalistas do Los Angeles Times trabalha no De Los. O jornal busca, agora, financiamento publicitário adicional e não tem planos, ao menos por ora, de oferecer um produto pago ligado à nova marca.
Como parte do esforço para conversar com a comunidade latina de Los Angeles, o LA Times tem uma versão em espanhol. De acordo com o Censo realizado em 2015, a população latina superou a de pessoas brancas na Califórnia. Em Los Angeles, eram 44,5% da população da cidade em 2022.
O crescimento do grupo teve influência também dentro do LA Times. Em julho de 2020, integrantes latinos do jornal formaram um grupo dentro do sindicato e escreveram uma carta à administração com reclamações sobre a falta de diversidade na redação do Times. Hoje, segundo Kevin Merida, 20% da redação do jornal é latina –em 2020, eram 13%. Dentre os chefes, 1/4 têm origem latina.

Parte da iniciativa de oferecer novos produtos digitais tem o objetivo de resolver os problemas financeiros do jornal. Quando a publicação foi comprada em 2018, já havia passado por diversos cortes na redação.
Em junho de 2023, a diretoria do jornal anunciou a demissão de 74 funcionários (13% da equipe de redação), como fotojornalistas, profissionais de revisão e editores. Merida disse, em uma reportagem publicada pelo próprio Times, que se sentia “terrível” com os cortes, mas que a decisão era urgente por causa do “clima econômico e dos desafios únicos” da indústria.
A média de visitantes mensais únicos no site do jornal é de 39 milhões, segundo o jornal. Cerca de 75% do tráfego total do site vêm das redes sociais: a publicação tem 9 milhões de seguidores.
Segundo o próprio Merida, a empresa ainda não é lucrativa e, por isso, a equipe trabalha em novas formas de aumentar a receita no ambiente digital, como boletins informativos e guias.
a) Para receber as informações solicitadas, você nos autoriza a usar o seu nome, endereço de e-mail e/ou telefone e assuntos de interesse (a depender da opção assinalada e do interesse indicado). Independentemente da sua escolha, note que o Poder360 poderá lhe contatar para assuntos regulares.
b) Caso não deseje oferecer o seu consentimento para as divulgações do Poder360, é possível seguir sem receber as informações assinaladas acima. Você poderá, a qualquer momento, se descadastrar de nossos contatos ou revogar o consentimento dado abaixo pelos nossos canais de atendimento.
c) O Poder360 garantirá o exercício de quaisquer direitos e prerrogativas de proteção de dados pessoais em conformidade com a Lei 13.709/2018.
Mais informações, leia nossa Política de Privacidade.
O Poder360 enviou um e-mail para você confirmar a inscrição. Clique no link enviado para o seu e-mail para concluir o cadastro.
Não chegou ainda? Dê uma olhada na caixa de spam se a mensagem não tiver aparecido em alguns minutos.

source